Informação

Chama-se inês com i pequeno e um dia vai ser bailarina de caixa de música ou cinderella profissional. Não gosta de palhaços e tem pavor a machucares de coração. Gosta de decalcar sentimentos e remexer em entranhas. Quando fica nervosa morde o lábio inferior ou finge tocar piano nas pernas. Tem o coração pequeno e os olhos grandes, tem os olhos muito grandes.

Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Dezembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Agosto 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012 Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Outubro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Abril 2013 Julho 2013 Abril 2014



arquivos

links

formspring youtube feridas no joelho da maria, com amor dancemearoundtenderly@hotmail.com






8 Cubos de gelo
Comenta


quinta-feira, 1 de outubro de 2009
Não gostas nem nunca gostaste de amar; é a perseguição que te dá prazer. É essa que te faz o sangue fervilhar em todo o corpo, é o jogo que te seduz.
Jogas sempre meticulosamente: levas tempo, examinas cuidadosamente o jogador involuntário. Não deixas passar um único gesto, movimento ou expressão. Tudo está estudado para um único objectivo: a vitória. Mesmo assim pareces retirar prazer dos fracassos, como se adivinhasses que eles se aproximavam, como se assim ainda estivesses no controlo. Sempre adoraste desafios e devia ter sabido que não era nada mais que um peão num desses teus doentios jogos. É incrivel quão bom jogador és: infelizmente é mais uma coisa que fazes perfeitamente e sem quaisquer falhas. Ages como se tivesses a mover peças, sempre com essa enorme facilidade e habilidade digna de um professional. Tenho de te reconhecer o mérito, nunca sequer me apercebi que estávamos a jogar. Mas agora vejo a minha figura reflectida no novo peão que arranjaste em minha substituição: Reconheço essa resistência no inicio, mas total submissão no fim: hunf, e eu a pensar que comigo era diferente. Sempre pensamos que connosco é diferente.

Não há-de faltar muito até este jogo se tornar também algo fácil de atingir e queiras um desafio maior. Um dia, hás-de perder. Hás-de perder o jogo e com ele toda a tua gloriosa habilidade. Talvez aí começes a agir como todos nós e passes também tu a ser uma peça deste peculiar xadrez.





Ps: o meu rei está deitado..