Informação

Chama-se inês com i pequeno e um dia vai ser bailarina de caixa de música ou cinderella profissional. Não gosta de palhaços e tem pavor a machucares de coração. Gosta de decalcar sentimentos e remexer em entranhas. Quando fica nervosa morde o lábio inferior ou finge tocar piano nas pernas. Tem o coração pequeno e os olhos grandes, tem os olhos muito grandes.

Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Dezembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Agosto 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012 Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Outubro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Abril 2013 Julho 2013 Abril 2014



arquivos

links

formspring youtube feridas no joelho da maria, com amor dancemearoundtenderly@hotmail.com






24 Cubos de gelo
Comenta


terça-feira, 10 de novembro de 2009
'Bolas, ele vem aí. Vá, mexe-te. Pega no lenço que já guardas cuidadosamente no bolso todas as manhãs a contar com este momento e limpa essas lágrimas da tua cara. Estão a arruinar-te a maquilhagem e para além do mais ficas horrivel quando choras. Pára com os soluços, também. Precisas de um copo de água? Pronto, eu vou buscar. Enquanto isso trata de te controlar, as tuas pernas estão a tremer que nem varas verdes. Óh credo, ele está quase aqui. Não falta muito para que comece a ouvir-me. Sorri, vá. Mais. Um sorriso reluzente, capaz de iluminar uma sala assim que emerge. Esse vai ter de servir, não temos tempo para arranjar um melhor. Corre para ali, agora. Representa. Mantém o sorriso durante todo o espectáculo, segue precisamente a música que está a ser tocada. Mesmo que não a conheças, mesmo seja completamente alheia à que te provocou sangue, lágrimas e suor. Mesmo que não gostes dela. Vais para ali, e vais dançar de forma esplêndida. Com passos certos, sem quaisquer tipo de erro. Não há espaço para improvisos. Segues todas as indicações à risca, e nunca, mas nunca, deixes de sorrir. A plateia gosta disso. Que disfarçem tudo que existe de mau com um simples sorriso. Eles próprios o fazem, no seu espectáculo. E não quero saber se tens medo, ali não o podes demonstrar, ou eles comem-te viva. Ninguém gosta de bailarinas com medo. Hás-de acabar com os dedos em sangue, os joelhos em carne viva e o penteado desfeito. Mas vais dançar, e vais dançar tão bem que todos vão gostar. Vais seguir todas as regras e vais fingir felicidade todo o tempo'

Se ela me tivesse prestado atenção teria percebido que eu não queria nem ia fazer aquilo. Mas não ouviu. Então saí sem avisar e sorri para ele que já estava mesmo perto, e nem me importei por ainda ter as pernas a tremer..