Informação

Chama-se inês com i pequeno e um dia vai ser bailarina de caixa de música ou cinderella profissional. Não gosta de palhaços e tem pavor a machucares de coração. Gosta de decalcar sentimentos e remexer em entranhas. Quando fica nervosa morde o lábio inferior ou finge tocar piano nas pernas. Tem o coração pequeno e os olhos grandes, tem os olhos muito grandes.

Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Dezembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Agosto 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012 Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Outubro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Abril 2013 Julho 2013 Abril 2014



arquivos

links

formspring youtube feridas no joelho da maria, com amor dancemearoundtenderly@hotmail.com






17 Cubos de gelo
Comenta


terça-feira, 16 de fevereiro de 2010
O comboio tinha chegado finalmente, com destino algures para lá do mundo que eles criaram.
Ele estava agora a afastar-se. Na verdade, ela sentia-o a afastar-se desde a última vez em que ele voltara e prometera não partir de novo. Era nos seus olhos que já não criavam labaredas de fogo em seu redor, no seu toque que já não petrificava a pele dela, que percebia que ele se ia esvanecendo. E isso corroía-a mais do que achava ser possível.Não percebia como tudo se havia reduzido a tão pouco, num final tão indiferente. Sem gritos nem choros. Sem revoltas nem palavras feias. Sem sentimento envolvido. Preenchido de mágoa, silêncios que ferem, culpa que pesa. A voz avisou que o comboio iria partir dentro de segundos, e ela decidiu virar costas, numa tentativa de ignorar a realidade, talvez...
Começou a desenrolar a folha que ele lhe havia colocado docemente no bolso do casaco, pensando que ela não se apercebiria. Começou a abrir freneticamente o papel amarrotado lilás ao mesmo tempo que o comboio cravava os carris e avançava. O papel continha uma mensagem curta em letra desenhada:

«la beauté des choses est le fait d'entre eux viennent à sa fin. et ce qui nous unissait était certainement beau, mon amour.»  "
"A beleza das coisas reside no facto de chegarem ao fim. O que tínhamos era certamente belo, meu amor."